NOTÍCIAS

Campeonato Mineiro >>

PREPARAÇÃO FÍSICA E DEPARTAMENTO MÉDICO CELEBRAM NÚMERO BAIXO DE LESÕES NO CAMPEONATO MINEIRO

PREPARAÇÃO FÍSICA E DEPARTAMENTO MÉDICO CELEBRAM NÚMERO BAIXO DE LESÕES NO CAMPEONATO MINEIRO

Time chega na última rodada da competição com praticamente todo o elenco de jogadores à disposição da comissão técnica

O futebol profissional é um dos esportes que mais gera lesão em todo o mundo e o Coimbra Sports conta com uma equipe interdisciplinar, que trabalha de domingo a domingo, com o objetivo de prevenir e recuperar o nosso grupo de jogadores que disputa o Campeonato Mineiro. O trabalho integrado da fisiologia com a preparação física, juntamente com o respaldo da fisioterapia e da parte clínica foi de fundamental importância para que o Clube tivesse um número baixo de lesões no Estadual. Durante os três meses de competição, apenas três atletas tiveram pequenas lesões musculares, com rápida recuperação. Na reta final do torneio, o meio-campista Lima teve uma lesão causada por um trauma em um coletivo e está sob os cuidados do departamento médico. Durante a pré-temporada, houve apenas duas baixas: em treinamentos de campo, o goleiro Glaycon e o meia Marquinho sofreram pequenas fraturas, mas voltaram aos treinos em tempo recorde.

PREPARAÇÃO FÍSICA E DEPARTAMENTO MÉDICO CELEBRAM NÚMERO BAIXO DE LESÕES NO CAMPEONATO MINEIRO
Marquinho se lesionou na pré-temporada, mas já estava à disposição para a partida da 2ª rodada do Estadual contra o Patrocinense. Foto: Henrique Chendes / Coimbra Sports

Dr. Matheus Levy, chefe do departamento médico do Coimbra Sports, salienta a importância de se ter departamentos que saibam trocar informações rapidamente e o alto nível da capacitação técnica dos colaboradores do Clube: “Fomos muito assertivos durante esse Campeonato Mineiro. Nos poucos casos que tivemos de lesões ou fraturas, conseguimos deixar os atletas novamente aptos ao trabalho rapidamente. Menos de dez dias em casos de lesões musculares e, em sete semanas, os casos de fratura, em que tivemos que realizar procedimentos cirúrgicos e fisioterapia. Isso tudo graças a competência de todos os profissionais envolvidos”.

PREPARAÇÃO FÍSICA E DEPARTAMENTO MÉDICO CELEBRAM NÚMERO BAIXO DE LESÕES NO CAMPEONATO MINEIRO
Dr. Matheus Levy destaca a qualidade dos profissionais do Clube como fator preponderante para o baixo número de desfalques por lesão na competição. Foto: Henrique Chendes / Coimbra Sports

Para Wladimir Braga, preparador físico do Coimbra, o baixo índice de lesões é resultado de um processo integrado entre os setores, com comunicação constante e atenção às informações levantadas pelo setor de fisiologia do Clube. “No aspecto do treino, a musculação tem sido a ferramenta mais importante, já que, a partir de seus conteúdos, é possível garantir estímulos que vão sustentar o volume de treinamentos com alta intensidade, bem como a sequência de jogos que demandam potência e recuperação”, complementa.

PREPARAÇÃO FÍSICA E DEPARTAMENTO MÉDICO CELEBRAM NÚMERO BAIXO DE LESÕES NO CAMPEONATO MINEIRO
Wladimir Braga aponta a importância da musculação para a prevenção de lesões. Foto: Henrique Chendes / Coimbra Sports

“O controle da carga de treinamento é a principal intervenção da fisiologia neste processo. Descansar os atletas quando é preciso, e em outros momentos aumentar a carga de treino para condicioná-los. Assim mantemos todos os atletas à disposição do treinador. Quando ele precisar, todos estão preparados para suportar o jogo”, explica Rafael Ildefonso, fisiologista do Clube.

PREPARAÇÃO FÍSICA E DEPARTAMENTO MÉDICO CELEBRAM NÚMERO BAIXO DE LESÕES NO CAMPEONATO MINEIRO
Coleta de dados físicos dos atletas feita pelo fisiologista Rafael Ildefonso serviu de base para definir estratégias de treinamentos durante a competição. Foto: Henrique Chendes / Coimbra Sports

Cristóvão Oliveira, fisioterapeuta do Grande Time de Contagem, também aponta a interação entre os setores como fator fundamental para a prevenção e recuperação rápida de lesões. “No início do ano recebemos todos os dados físicos dos atletas, que foram coletados pela nossa fisiologia. E com isso, os departamentos puderam trabalhar e identificar estratégias particulares para que cada jogador pudesse desenvolver a prática do esporte em alto rendimento da melhor maneira possível. Com essas informações, mesmo se as lesões acontecerem – como aconteceram -, o processo de recuperação é mais acelerado que o normal, pois já sabemos as características físicas de cada um”, explica.

PREPARAÇÃO FÍSICA E DEPARTAMENTO MÉDICO CELEBRAM NÚMERO BAIXO DE LESÕES NO CAMPEONATO MINEIRO
Fisioterapeuta Cristóvão Oliveira salienta que a fisiologia é importante até quando ocorrem as lesões nos jogadores. Foto: Henrique Chendes / Coimbra Sports

compartilhe

LEIATAMBÉM

63 / 100